#FuiAlém: Heloísa Vilicic em São Paulo

Dá para ser um viajante na própria cidade, sim. A fotógrafa e contadora de histórias Heloísa Vilicic compartilha o que gosta de fazer em São Paulo, onde vive, enquanto a próxima viagem não chega.

Para trabalhar

Seja como freelancer ou para fazer uma hora extra, trabalhar de casa geralmente é mais difícil. São os cachorros do vizinho latindo, a família chegando, o combo da cama + pipoca + filme chamando… Às vezes precisamos de um lugar diferente que ajude nossa concentração. O campus da Google for Startups é excelente para isso! Ele fica no bairro do Paraíso, bem próximo da Avenida Paulista e se autodeclara como “espaço para trabalhar e ponto de encontro para empreender parcerias e trocar ideias em atmosfera cosmopolita” – e sim, ele é tudo isso!

Este campus abriga o programa da Google em que eles acolhem e aceleram startups, então logo no primeiro minuto lá dentro a vibração jovem e clean invadiu minha percepção. Para minha primeira visita, precisei fazer um pré-cadastro no site deles e retirar meu crachá, gratuitamente, na recepção.
Ao subir de elevador eu consegui observar os andares das startups residentes e outras salas. Nos dois últimos andares tem espaços completamente diferentes para abrir o laptop e se concentrar sem esforço!

O que fazer em São Paulo
Foto: Divulgação

Existem algumas cabines à prova de som, poltronas penduradas no meio de um jardim interno, estações de trabalho compartilhadas e mesas ao ar livre no terraço. Além do clima inspirador, o último andar conta com um café delicioso com vários lanchinhos. Eles também oferecem palestras com bastante frequência, então vale a pena ficar de olho para aproveitar o conteúdo no dia em que estiver lá. A primeira palestra que fui lá tinha “Aplicativos e Inovação” como tema e fomos recebidos por um café da manhã maravilhoso.

Saiba mais: https://www.campus.co/sao-paulo/pt

Endereço: Rua Coronel Oscar Porto, 70 – Paraíso – São Paulo


Para ler

Sendo um espaço que fomenta a liberdade de informação política, cultura e arte, a Tapera Taperá reúne um espaço de livraria e biblioteca impressionantes! Fica na República, dentro da icônica galeria Metrópole. Seu acervo contém títulos nacionais, internacionais, literatura das periferias de São Paulo e arredores, publicações independentes, dicionários de língua indígena e africana, além de obras mais tradicionais.

O que fazer em São Paulo
Foto: Renatto de Sousa/Divulgação

Estar lá é fazer uma viagem no tempo e espaço para dentro de visões completamente diferentes do que esperamos no dia-a-dia. O espaço se transformou tanto em meu refúgio quanto em uma experiência eletrizante. Em todas as vezes que estive lá eles ofereceram diversos eventos de discussões plurais, sempre promovendo ciclos de debates, lançamentos de revistas independentes, cultura viva e até cursos. Basta dar uma olhada no site deles ou até assinar a newsletter para se programar. Além de promover um bom momento de leitura, o lugar com certeza aguçou bastante minha curiosidade em diversos sentidos!

Saiba mais: https://taperatapera.com.br/
Endereço: Galeria Metrópole – Av. São Luís, 187 – Centro, Loja 29, 2o andar – São Paulo


Para curtir uma música

O que o canto de coral, jazz pop internacional, brasilidades e beatbox têm em comum? Todos esses espetáculos musicais estão reunidos na rede do Sesc, e a maioria ainda é gratuita! As 43 unidades do Sesc estão espalhadas por mais de 20 cidades do estado de São Paulo, que além de ser um espaço cultural aberto para todos os públicos, sempre promove shows de todos os gêneros. Poucas coisas se comparam com uma noite inteira de show do Alceu Valença para menos de mil pessoas ou até mesmo o grupo de samba Casuarina tocando um especial de Dorival Caymmi. Essas foram algumas das experiências maravilhosas que o Sesc já me proporcionou.

Confira a programação dos shows, chegue antes para aproveitar as exposições e atividades esportivas do lugar e dance muito sempre!

Saiba mais: https://www.sescsp.org.br/


Para um passeio cultural

Chegando no Centro Cultural de São Paulo eu passei por mesas de trabalho, com algumas pessoas trabalhando, outras estudando ou até mesmo jogando algum jogo de tabuleiro. Seguindo em frente, pude escolher visitar o auditório de vidro, o cinema ou a lojinha colaborativa, mas tinham dezenas de grupos de dança por todo o lugar.

Hora que deu fome, fui tomar um café e comer um lanche, mas é possível até mesmo almoçar no restaurante lá dentro. Não se preocupe, tinham mesas à vontade, mas o lugar desperta a vontade de dividir a mesa com um desconhecido e começar uma nova amizade.

O que fazer em São Paulo
Foto: Divulgação/Facebook

Além da vasta biblioteca, videoteca e acervo de HQs eu encontrei um Laboratório de Conservação e Restauro de obras. Ainda desviando dos dançarinos, fui para a área de exposições de arte. Tinha até um grupo de amigos jogando xadrez ali por perto. Logo cansei do passeio, e tudo o que precisei fazer foi subir até o terraço e aproveitar as duas faixas de grama natural, onde dá para praticar yoga ou tirar um cochilo. Vale conferir como é linda a horta comunitária também. O CCSP fica no bairro da Liberdade e ao lado da estação Paraíso de metrô, e conta com Wi-Fi gratuito.

Saiba mais: http://centrocultural.pagina-oficial.ws/site/
Endereço: Rua Vergueiro, 1000 – Paraíso – São Paulo


Para fugir do agito

Bateu o desespero de viajar e não tem mais como esperar? Então fuja para o Parque da Água Branca!
Localizado na Barra Funda, parece um hotel fazenda em plena metrópole. Cercado de árvores imensas, impossível lembrar que eu estava perto de alguma avenida. Lá os patos, galinhas e pássaros andam soltos pelo chão e é possível até ver um ou outro pavão se exibindo.

O que fazer em São Paulo
Foto: Passeio Kids

Com vários ambientes de passeio, corrida e descanso, o parque ainda tem uma escola de equitação, um museu geológico e espaço de leitura para a família.

Vale a pena ir de domingo e aproveitar a feira de orgânicos com frutas, verduras e legumes vindos diretamente dos produtores. Lá conheci produtores que trabalham com PANCs (Plantas Alimentícias Não Convencionais) e até vendiam maços de folhas para suco verde feitos só delas.

Saiba mais: Parque Água Branca
Endereço: Avenida Francisco Matarazzo, 455 – Barra Funda – São Paulo


Sobre a viajante:

Heloísa Vilicic é uma contadora de histórias. Ela conta histórias de pessoas, marcas e lugares através da arte, design, escrita e fotografia. Já foi aluna de design gráfico na Universidade Belas Artes, é viciada em livros e está sempre fazendo um curso novo. Hoje trabalha com criação de conteúdo e marketing digital.

“Viajar bem, para mim, é estar imerso em um novo lugar, cultura ou experiência. É se presentear com
um momento em que conhecer novas pessoas te leva além. É voltar para casa cheia de energia.”

Tagged , , , ,