Leitura em viagem: melhor livro físico ou e-book?

Por Luiza Terpins, head de conteúdo da Além

 

Não importa o destino e nem a duração da viagem: eu sempre levo um livro na mala de mão para ler em algum momento – seja no avião, enquanto espero o embarque no aeroporto, no hotel ou, dependendo do destino, na praia ou no parque. Por muito tempo, inclusive, chegar um pouco mais cedo e passar na livraria do aeroporto fez parte da experiência de viajar. Mas desde 2013, quando ganhei meu primeiro Kindle, o hábito mudou e agora carrego praticamente minha biblioteca inteira no aparelho. Aí vem uma pergunta que volta e meio recebo: em viagens é melhor levar livro físico ou e-book? Vou contar o que eu acho nesse post!

 

Porque eu gosto de levar o Kindle em viagens:

 

Leitura em viagem: melhor livro físico ou e-book?

– Praticidade

Eu sou fã da praticidade que o Kindle oferece. Até a versão com 8gb, que é a menor capacidade de armazenamento da linha, já quebra um galho e tanto – os arquivos de livros digitais são pequenos, é bem difícil chegar ao limite. Ou seja, não precisar escolher qual livro levar na bolsa e ter a opção de mudar de título ao longo da viagem são ótimas vantagens, principalmente para quem, como eu, lê conforme o mood ou o espírito do momento.

– No escurinho

Outro ponto positivo é que as últimas versões do Kindle têm iluminação interna embutida, ou seja, dá para ler em ambientes escuros, tipo em voos noturnos ou no quarto do hotel. Nada melhor do que poder ler à vontade sem o peso na consciência de estar incomodando alguém, né? O modelo Oasis ainda deixa mexer na temperatura da luz, o que é um mimo a mais.

O fato de ter iluminação, aliás, me ajudou a ler mais. Se antes ao deitar eu ligava a TV ou ficava contando carneirinhos até dormir, esse momento pré-sono virou também hora de leitura.

– Tamanho da letra e dicionário

Outra coisa que pode agradar quem usa óculos é a possibilidade de mexer no tamanho da letra e até no estilo da fonte. Já para quem está lendo em outro idioma ou, mesmo que seja em português, tenha dúvida sobre o significado de alguma palavra, há a funcionalidade “dicionário”, em que basta selecionar a palavra para saber o que quer dizer.

 

Leitura em viagem: melhor livro físico ou e-book?

Ok, então é mais um aparelho para carregar durante a viagem?

Talvez. Na verdade, a carga da bateria do Kindle dura bastante (eles falam que até 6 semanas considerando leitura diária de 30 minutos sem o WiFi ligado), então grandes chances de você nem precisar se preocupar com isso. Nas minhas últimas viagens, por exemplo, eu nem levei o carregador.

Vou aproveitar o momento para fazer uma propaganda básica rs: nosso modelo de mala Cabine vem com Powerbank removível de 10.000 mAh, então ficar sem bateria no Kindle durante a viagem jamais seria um risco 🙂


– É à prova d’água

Quando eu li que as novas versões do Kindle eram à prova d’água, pensei “nossa, mas por que eu precisaria disso?”. Ler tomando banho ou submersa na piscina nunca foram necessidades minhas, mas confesso que a funcionalidade me salvou do susto de estar muito perto da piscina lendo quando outra pessoa mergulhou e espirrou água para todos os lados. Mas, de novo: dependendo do seu estilo de viajante, não é algo essencial.

 

Leitura em viagem: melhor livro físico ou e-book?

– Preços mais baixos

Muitas vezes, as versões digitais dos livros são mais baratas que as físicas. Isso é sempre uma vantagem, né?

 

Veja também: Livros para viajar pelo mundo


Porque eu gosto de levar o livro físico em viagens:

Sim, sou fã do Kindle, não abro mão de levá-lo na bolsa sempre, mas de vez em quando o livro físico ainda é a melhor opção. Além do mais, livros são uma ótima recordação de viagem, principalmente para aqueles que amam visitar livrarias incríveis nos destinos. Então, sim, eu ainda faço um pequeno revezamento. Explico:

– Ler na praia ou no parque sem preocupação

Infelizmente nem todo lugar é seguro o bastante para poder usar um aparelho eletrônico sem medo de assalto. Além disso, de nada adianta pegar um livro para ler e não conseguir se concentrar porque precisa ficar atenta(o) com o que acontece no ambiente. Por essas e outras, se tenho planos de passar horas na praia ou em um parque lendo, a versão física do livro é, sem dúvidas, a minha opção. Fora que Kindle e areia também não acho que combinam.

 

Leitura em viagem: melhor livro físico ou e-book?
Foto: Dan Dumitriu

– Fazer anotações e marcações à caneta (ou lápis)

Sim, no Kindle também é possível marcar ou anotar trechos do livro, mas, na minha opinião, isso ainda é muito mais gostoso de fazer na versão em papel – ainda mais em viagens.

– Marcador de página

Quem gosta de visitar livrarias durante a viagem provavelmente vai se identificar com essa: uma das lembranças legais de trazer na mala são os marcadores de página de livrarias icônicas de destinos. E, bem, se você só ler no Kindle, o acessório não vai ter muita funcionalidade.


Resumindo…

Os dois são ótimos e um não exclui o outro, mas, se você estiver na dúvida, acho que super vale a pena investir em um Kindle pela praticidade de ter sua biblioteca sempre à mão durante as viagens e por funcionalidades como a iluminação embutida. Quebram o maior galho por não deixar a bolsa ou a mochila pesada e, como disse, por te ajudar a ler em ambientes escuros como voos noturnos!

Além disso, os preços dos e-books na maioria das vezes são mais baixos e sempre entram em promoção, assim como os aparelhos Kindle. Acabei de ver que na Black Friday, por exemplo, o modelo de entrada (que é ótimo!) está saindo de R$ 349 por R$ 255. Boa oportunidade 🙂

Curadoria Além: Kindle e acessórios para você ler em viagens!

Selecionamos dois modelos de Kindle e uma capa que protege o aparelho. Clique na imagem de cada um para saber mais!

 

Kindle 10a. geração com iluminação embutida

Leitura em viagem: melhor livro físico ou e-book?
De R$ 349 por R$ 255 na Black Friday

 

Kindle Oasis 8GB – Agora com temperatura de luz ajustável

Leitura em viagem: melhor livro físico ou e-book?
R$ 1.149

 

Capa de tecido para Kindle 10ª Geração

 

Leitura em viagem: melhor livro físico ou e-book?
R$ 89

 

Ah, e detalhe: esse não é um post pago! É apenas um relato de uma viajante que gosta de ler e já passou pela dúvida “Leitura e viagem: melhor livro físico ou e-book?” para outro(a) viajante que, se chegou até aqui, também deve estar com essa questão na cabeça. 

Tagged , ,