Como arrumar a mala de viagem: 8 dicas que vão facilitar a sua vida

Todo mundo gosta de organizar uma viagem – escolher o destino, pesquisar as atrações turísticas, reservar o hotel e comprar as passagens. Cada etapa desse processo é empolgante, e, acredite: fazer as malas também pode ser. Por isso, preparamos 8 dicas de como arrumar a mala de viagem que vão te ajudar a organizar suas roupas direitinho e ainda ganhar espaço para trazer algumas compras do destino.

Como você vai viajar?

Se a sua viagem for de avião, é preciso antes de tudo checar as novas regras de bagagem das companhias aéreas para não ter dor de cabeça na hora de fazer o check-in no aeroporto. Isso porque, até 2016, os passageiros de voos internacionais tinham direito a despachar duas bagagens (uma de 32kg e outra de 23kg) gratuitamente, e os de nacional, uma bagagem de até 23kg.

Após essa data, a regra mudou. Para voos nacionais, isto é, dentro do Brasil, não há mais a possibilidade de despachar qualquer bagagem sem o pagamento de uma tarifa que varia conforme a companhia aérea. O mesmo vale para voos internacionais de companhias aéreas nacionais e internacionais dependendo da tarifa da passagem que escolher –  algumas ainda permitem o despacho gratuito de uma bagagem de até 23kg.

Não é à toa que a solução tem sido adotar a tendência de “viajar leve” e levar apenas o necessário – o que, em muitos casos, uma mala de mão de até 10kg já resolve.

Só não se esqueça de checar o que é permitido e proibido levar tanto na mala de mão, isto é, aquela que vai com você na cabine, como na bagagem despachada. Aqui neste link você tem a lista do que pode e o que não pode levar, mas a gente já te quebra um galho e adianta algumas informações:

 

Itens proibidos:

-Cigarros e bebidas fabricados no Brasil, destinados à venda exclusivamente no exterior;
-Cigarros de marca que não seja comercializada no país de origem;
-Réplicas de arma de fogo;
-Produtos contendo organismos geneticamente modificados;
-Agrotóxicos, seus componentes e afins;
-Mercadoria atentatória à moral, aos bons costumes, à saúde ou à ordem pública;
-Quaisquer substâncias entorpecentes ou drogas.

 

A seguir, vamos mostrar para vocês algumas dicas práticas para arrumar a mala de viagem do melhor jeito possível:

 

Dica 1: faça uma lista

A famosa listinha é essencial para arrumar a mala de viagem do jeito mais prático possível. Assim, você garante que não vai esquecer nada e só vai levar o fundamental para o destino. Você pode fazer isso no bom e velho caderninho, ou optar por alguns aplicativos de produtividade que te ajudam a ter tudo sempre na palma da mão. A gente indica o Evernote e o Todoist.

Para começar, você pode anotar:
•Motivo: é uma viagem de lazer, intercâmbio ou trabalho?
•Destino: para qual ou quais destinos você vai?
•Duração: por quantos dias você viajará?
•Clima: vai fazer calor ou frio?
•Atividades: você vai fazer atividades esportivas ou passeios turísticos?

 

Parece coisa boba, né, mas as respostas vão te ajudar a escolher as roupas que irá levar (social ou casual), os tipos de itens (casaco de frio ou bermuda para o calor?), a quantidade de roupa (para um final de semana ou 5 dias?), e até mesmo o tipo de calçado que faz mais sentido na viagem (sapato fino ou tênis de corrida?).

Veja também: Os melhores aplicativos para usar em viagens


Dica 2: combine os looks

Ao invés de simplesmente escolher as peças que te agradam, separe aquelas que combinam entre si. Assim, dá para aproveitá-las mais vezes e otimizar a organização da mala.

Por exemplo: uma camiseta pode combinar tanto com uma calça jeans mais despojada como com uma saia mais social. Em outras palavras: vai dar para usá-la em programas durante o dia e à noite.

Para agilizar o processo e não perder tempo no destino pensando no que vestir, vale a pena dobrar as peças já combinadas ou deixá-las juntas na mala. Há também quem tire fotos dos looks antes da viagem para ter tudo registrado.

Dica 3: dobrar ou enrolar as roupas?

Está aí uma dúvida que gera controvérsias na hora de arrumar a mala de viagem. Tem gente que defende a teoria de enrolar para ganhar mais espaço. Já outros acreditam que se dobrar em pequenos retângulos e arrumá-las em pé, encaixando uma roupa na outra, a mala será mais organizada.

Os dois métodos são válidos e você pode escolher aquele que te inspira mais confiança. No entanto, sugerimos a mistura das duas técnicas para organizar a mala perfeita. Ou seja: dobre normalmente as peças grandes como casacos e blazers, dobre em retângulos as roupas pequenas e médias, e enrole os tecidos finos para não amassar. As meias você pode guardar dentro dos sapatos mesmo e encaixar as roupas íntimas em pequenos vãos para economizar espaço. Isso muda a vida, sério.


Dica 4: use embalagem à vácuo

Saber como arrumar a mala para um destino tropical é mais fácil, né, é só levar roupas leves. Mas e se o destino for uma estação de ski ou qualquer outro lugar que faça frio?

As embalagens à vácuo são excelentes para fazer caber peças de roupa grandes dentro da mala. Por quê? Simples: basta colocar os itens dentro do saco e fechá-lo de modo que o ar seja comprimido. Isso diminui o volume que as peças ocupariam em até cinco vezes.

Ah, e antes que você pergunte como comprimir o ar, a gente já te responde: um jeito prático é com aspirador de pó, mas como não é sempre que a gente tem o aparelho à disposição em viagens, procure por embalagens que fazem isso conforme você as enrola.


Dica 5: esqueça a necessaire grande

Tem itens que, quando esquecidos na hora de arrumar a mala, podem dar uma certa dor de cabeça durante a viagem, como produtos de higiene, saúde e beleza. Quem nunca percebeu que esqueceu o shampoo favorito prestes a entrar no banho?

Uma sugestão: não deixe para organizar essa parte da mala de última hora – ou, em outras palavras: não faça a limpa no banheiro e guarde tudo momentos antes de sair de casa. O volume da necessaire certamente vai ocupar um espaço exagerado e te atrapalhar.

Assim como a listinha de quais roupas levar, faça uma pensando nos produtos. Algo nessa linha:

•Banheiro: com shampoo e condicionador, desodorante, creme, escova e pasta de dente;
•Saúde: com o bom e velho kit de primeiros socorros (não se esqueça de levar os remédios que precisam de prescrição médica no seu destino);
•Beleza: com os itens de maquiagem;
•Passeio: com lenços, protetor solar, remédios de uso contínuo e qualquer outro item que você precise ter a mão.

Para não deixar nada de fora, uma saída é levar esses produtos em tamanhos menores. Marcas de shampoos, cremes e maquiagens, por exemplo, já produzem embalagens pensadas para viagens.

Outra ideia é comprar vários estojos pequenos e dividir os produtos entre eles. Desse jeito, você pode encaixá-los nos espacinhos entre as roupas e outros itens.


Dica 6: livre-se da toalha

Hoje em dia, hotéis e casas de hospedagem disponibilizam itens para o mínimo de conforto do hóspede, e a toalha normalmente está na lista. Então, não se preocupe em levar uma na sua mala. Além de ser um item a mais, quando está molhada a toalha dobra de peso, ou seja, não precisamos falar mais nada, né?

Mas caso você prefira viajar com uma, opte pela de microfibra, também conhecida como toalha de esporte, que é mais fina e leve.


Dica 7: não se esqueça dos adaptadores

Poucas coisas são tão desagradáveis quanto chegar cansado(a) no destino e perceber que as tomadas são diferentes das brasileiras e você precisará ir atrás de um adaptador para carregar seus eletrônicos.

Isso porque cada continente tem um padrão diferente, então as chances do carregador do seu laptop comprado no Brasil não entrar na tomada nos Estados Unidos ou na Europa são grandes. 

Na dúvida, na hora de arrumar sua mala, pesquise qual é o padrão do seu destino e/ou, na dúvida, leve sempre um ou mais adaptadores de tomada universal.

 

Dica 8: visão geral

 

Depois de riscar todos os itens da lista, a sugestão é colocar tudo isso no seu campo de visão. Pode ser em cima da cama, de uma mesa ou até no chão. O importante aqui é que você tenha uma visão geral de todos os itens que separou para a viagem.

Dessa maneira, terá uma noção melhor do que precisa ou não levar. Com as roupas expostas, fica mais fácil também de fazer as combinações e já preparar as peças para os looks de viagem.

Ah, uma dica fundamental: se ao olhar a peça você cogitar tirá-la da mala uma vez, é sinal de que ela não é tão essencial assim e vai acabar ocupando espaço. Nem pense duas vezes.

 

Veja também: 6 dicas de como desfazer a mala de viagem

 

arrumar mala

Conheça nossos modelos Cabine (mala de mão), Check-in M e Check-in G!

Tagged , , , , ,